Histórico Flasoma

 

FLASOMA é a sigla da Federação Latino-Americana de Sociedades Mágicas, que é ligada à FISM – Federação Internacional de Sociedades Mágicas na América Latina. Desde a década de 50 existiu um movimento latino-americano em prol de uma entidade que reunisse as diversas associações de mágicos e ilusionistas na região. No entanto, apenas na década de 80 foi realizada uma reunião oficial de representantes de sociedades mágicas, e se firmou uma ata constitutiva da atual federação.

A sua fundação se deu no dia 17 de outubro de 1982, na cidade de Buenos Aires, Argentina. Durante a realização do III CADI – Congresso Argentino de Ilusionismo, promovido pela EMA – Entidade Mágica Argentina, representantes de 12 sociedades mágicas da Argentina, Brasil, Uruguai, e Venezuela firmaram a ata de criação da FLASOMA. Das entidades fundadoras oito foram da Argentina, duas do Brasil, uma do Uruguai e outra da Venezuela. O Brasil na ata de fundação foi representado pela AMSP – Associação de Mágicos de São Paulo e pelo Clube Mágico Professor Atkinson, de Porto Alegre.

A FLASOMA é a entidade de maior referência do gênero na América Latina,  promovendo festivais, simpósios, competições, congressos internacionais de ilusionismo, entre outras atividades que fomentam o desenvolvimento da arte mágica, bem como a união das diversas classes mágicas de todo continente latino americano.

A Federação Latino-Americana de Sociedades Mágicas atualmente reúne em seus quadros 59 entidades mágicas de 13 países. O maior número de entidades filiadas são argentinas, em um total de doze. O México e o Brasil ficam em segundo lugar com nove entidades filiadas em cada país. E dentro as entidades brasileiras filiadas à FLASOMA, temos o NUAMAC – Núcleo de Amigos Mágicos do Ceará, filiado à Federação no ano de 2011, e que será a entidade organizadora do XIV Congresso FLASOMA – Brasil 2020, na cidade de Fortaleza.

Translate »